REEDUCAÇÃO ALIMENTAR = REEDUCARE (Download da dica) - 25/11/2010

Hoje em dia ouvimos muito falar na importância da reeducação alimentar. Reeducação, ou seja, educar de novo. Mas esta tarefa não é nada fácil, pois é muito trabalhosa. Mudar atitudes de uma vida inteira, crenças, lembranças e se dispor a novas atitudes, novos comportamentos.

Este assunto está tão atual e é tão relevante que o último globo repórter (programa da rede globo) trouxe a questão da reeducação alimentar para a pauta de seu programa na última sexta-feira.

O que os americanos - que hoje já tem 50% da população com sobrepeso e obesidade, transformando a obesidade em epidemia - estão fazendo. E assistindo ao programa, com muito orgulho concluí que eles não fazem nada de novo para nós da REEDUCARE, que há 13 anos trabalhamos com reeducação alimentar no sentido não somente de prescrever um plano alimentar correto e dizer ao paciente “se tu fizeres terás resultado”, o nosso objetivo é fazer o paciente aprender a fazer. E isso só fazendo, se permitindo, tentando, acertando e errando, claro.

O próprio nome Reeducare tem a palavra “cuidado” (care, em inglês) no seu próprio nome.

Então é para isso que trabalhamos, embora saibamos que muitos queiram algo mais rápido e com menor envolvimento, todos sabemos que somente com comprometimento, determinação, esforço é que conseguiremos emagrecer e ficar magros.

Quem disse que é fácil? Talvez até seja, mas é muito trabalhoso.

Aqui na Reeducare ensinamos através da vivência de cada um a pensar magro para ter atitudes magras. Pois o reengorde também poderá acontecer desde que deixemos de fazer o plano de forma saudável e correta. Aqui não temos a promessa de nunca mais engordar e sim a certeza de que poderemos manter o peso magro desde que exercitemos a nova conduta no dia-a-dia.

Quando nascemos não temos hábito algum: tudo nos é ensinado, muitos destes hábitos adotamos da convivência e agora precisamos rever esta atitude frente a comida.

Lembre-se que na Reeducare temos acompanhamento semanal que dá força e mais ajuda, além de gerar maior comprometimento através destas trocas.

Venha! Se permita e seja magro na maneira de pensar e no peso.

Você pode, basta querer e trabalhar para isso, pois todos sabemos que nada cai do céu.

Nós somos o resultado de nossas escolhas. E escolher qual caminho vamos seguir, só depende de nós.

 

 

 

ESTROGONOFE DE PROTEINA DE SOJA

 

Ingredientes:

2 colheres de sopa de proteína de soja graúda

1 tomate italiano sem pele e sem sementes picados em cubos

1 fatia de cebola

1 dente de alho

1 colher de chá de manjericão seco ou folhas de manjericão fresco

1 colher de chá de óleo

1 colher de sopa de requeijão light

1 colher de sobremesa de champignon em lâminas

1 colher de sobremesa de palmito em cubos

.

Modo de fazer:

Coloque a proteína, de véspera, em água e deixe hidratar.

Em uma panela coloque o óleo e “frite” a cebola + alho e acrescente os tomates e manjericão + água e deixe cozinhar.

Faça um molho bem temperado pois suaviza após a proteína o absorver.

Acrescente a proteína de soja e deixe cozinhar até absorver o molho e ficar bem macia.

Sirva como a porção de carne.

Acompanhe de salada de folhosos mais cruas e cozidas e a sua porção de arroz.

Rendimento: 1 porção