AGROTÓXICOS (Download da dica) - 20/01/2011

Sabemos que muitos produtores utilizam agrotóxicos, fungicidas e outros pesticidas em frutas e vegetais. No entanto, também sabemos que alguns agricultores respeitam o prazo de ação destes agrotóxicos minimizando sua ação no homem, mas que outros não cumprem esta determinação ou por desconhecimento, ou por suas razões puramente comerciais.

O que nós clientes podemos fazer para reduzir o efeito dos agrotóxicos?

Comprar produtos da época, da safra.

Pesquisar o agricultor, saber de sua idoneidade e responsabilidade para com seu cliente.

Variar a marca do produto adquirido.

Ter uma boa variedade no cardápio, garantindo melhor e maior valor nutricional com menor quantidade de agrotóxicos.

Ter uma boa higienização nos produtos adquiridos. Se você ainda não sabe higienizar, segue a receita: para 1 litro de água corrente usar 1 colher de sopa de água sanitária e deixar de molho por 15 minutos lavando em água corrente a seguir.

Retirar a casca das frutas, finas ou grossas (as cascas) desprezar as folhas externas da alface, repolho e semelhantes.

Cozinhar alguns.

Utilizar suplemento (com orientação médica e nutricional) de vitamina C, que é um poderoso antioxidante para combater os radicais livres produzidos pelos agrotóxicos.

Ter uma pequena horta em casa.

Utilizar produtos orgânicos.

 

Lembre-se que sempre é possível ter uma alimentação equilibrada e saudável, basta que se tenha uma boa variedade e um bom colorido no prato. Selecionando os alimentos e preparando de forma correta. Podemos também usar ervas para temperar carnes e saladas reduzindo o consumo de sal e afins.

Conversar com o agricultor da feira da sua rua e questionar sobre o consumo de agrotóxicos. Não podemos mudar o mundo, mas podemos fazer a nossa parte.

Faça também a sua. Comece agora e melhore sua alimentação e a de sua família.

Você sabia que em uma feira de agricultores a banca que tem a cor verde na saia da mesa é de produtos orgânicos, procure e experimente.

Ah! O acúmulo de agrotóxicos no corpo pode levar a dores de cabeça, dores estomacais e até câncer.

 

RECEITA

MOLHO DE TOMATE SECO

 

Tomate seco hidratado em água 4 unidades

Manjericão em folhas 4 unidades

Alho 1 dente em laminas

Requeijão light 1 colher de sopa

Óleo 1 colher de chá

 

Modo de fazer:

Ferver água e colocar no tomate seco hidratando por 15 minutos, após liquidificar com esta água + manjericão.

A parte fritar o alho em óleo e liquidificar junto.

Acrescentar a mistura o requeijão light e bater para fazer um molho homogêneo.

Servir por cima de carnes como file de gado ou frango.

 

Rendimento: 1 porção